Nós recomendamos:

 Comece agora mesmo, é fácil!

Construtores de sites de E-Commerce

Com o surgimento de serviços de Loja Virtual no estilo DIY (Faça-você-mesmo), nunca foi tão fácil integrar uma plataforma de e-commerce a um site, independente do seu nível de experiência. Há dezenas de softwares e kits de construtores de sites – pagos e gratuitos – para gestão de vendas focados em diversos públicos. Qual seria mais adequado às suas necessidades? Veremos a seguir.

Não há como indicar um produto em específico sem ao menos sabermos o seu público alvo, portanto, decidimos agrupar nossas recomendações.

Artesãos. Para os que não se preocupam em ter seu próprio domínio e controle total sobre seu site, mas ainda assim gostariam de compartilhar sua criatividade com o mundo todo, vale a pena conferir algumas comunidades elaboradas especialmente para este propósito, como a Etsy.

Tal serviço permite que você crie uma loja pessoal dentro de uma comunidade de artesãos, sem a necessidade de assinar um plano mensal. Por outro lado, será cobrada uma taxa para cada item listado e vendido ($0.20/ item listado; 3.5% do valor de venda). Criar uma conta nesta plataforma é fácil e muito rápido, mas traz algumas desvantagens.

Caso você prefira um site dedicado, com domínio próprio e design personalizado, plataformas como a Etsy não são para você. A melhor alternativa seria utilizar um construtor de sites.

Se você planeja vender cerca de 500 itens, uma boa opção seria o MadeFreshly, um construtor leve que permite criar pequenas lojas virtuais através do próprio navegador. Não é recomendado para grandes empresas, mas as ferramentas que oferece são capazes de criar um e-commerce aconchegante e realizar a venda de seus produtos tranquilamente.

Lojas Virtuais de médio e grande porte. Se o seu objetivo é criar grandes lojas virtuais, será necessário utilizar plataformas mais poderosas que o MadeFreshly. Aqui vão algumas sugestões:

  • uCoz. Este versátil construtor de sites funciona através de módulos customizáveis, que podem ser ativados conforme a necessidade do usuário, tornando-o capaz de se adaptar aos mais diversos tipos de sites como: blogs, sites empresariais, portfólios, lojas virtuais, entre outros. Em outras palavras, você não só pode criar uma loja virtual, mas também um blog, um fórum de discussões, enquetes e vários outros implementos. Construir um site no uCoz lhe custará $9.99/mês. Saiba mais sobre o módulo de Loja Virtual aqui.
  • Weebly. O Weebly pode ser uma ótima opção se você estiver em busca de um construtor de sites no estilo drag-and-drop. É super fácil de usar e não requer nenhum conhecimento em programação. O serviço possui sua própria plataforma de e-commerce, e pode ser adquirido por $19.54/mês.
  • Squarespace. O construtor de sites do Squarespace dispõe de um sistema robusto de e-commerce fornecido pela empresa Stripe. A Stripe cobra uma taxa de 2,9% + $0.30 por transação realizada, mas não é necessário nenhum pagamento adicional ao construtor de sites. Vale lembrar que, até o momento, a plataforma de e-commerce do Squarespace está disponível apenas para os Estados Unidos e Reino Unido, com suporte limitado (beta) para a Austrália, Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Holanda e Espanha.

Lojas virtuais internacionais de grande porte. Se sua empresa se encontra firmada no mercado e você está em busca de novos horizontes, talvez seja a hora de buscar serviços especializados em e-commerce como o Shopify ou Volusion, e não construtores “faz tudo” no estilo DIY (Faça-você-mesmo), como os vistos anteriormente. Serviços como o Shopify são mais caros, mas com preços justos. Apesar destes construtores possuirem ferramentas avançadas e específicas para o uso em lojas virtuais, não pense que “quanto mais, melhor”, pois, algumas vezes, elas podem não ser essenciais.

A única desvantagem desses construtores é que alguns deles não oferecem nada além da plataforma e-commerce. O Volusion, por exemplo, não permite nem mesmo a criação de blogs.

Você administra algum e-commerce? Por favor, compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

Comments are closed.